Enviromail 34 Brasil Microplasticos

Microplásticos causam danos ao meio ambiente e à saúde humana

Resíduos de microplásticos na areia
31 JAN 2024 ALS

O que são Microplásticos?

Alguns estudos tem mostrados que o meio ambiente vem sendo contaminado por partículas de microplásticos por toda a extensão do planeta. Microplásticos são geralmente definidos como partículas plásticas menores que 5 mm, mas a grande maioria são menores que 1 mm. Microplásticos primários como pastilhas ou miçangas são fabricadas e adicionadas em produtos comerciais. Microplásticos secundários são originados a partir de produtos de consumo como garrafas, sacolas, embalagens, tecidos (fibras) os quais se degradam com o tempo em partículas menores e menores. Eles se movem pelos sistemas de água causando seu espalhamento e deposição pelo globo terrestre. Uma preocupação global com relação a essa contaminação fez aumentar o foco no perigo dos efeitos dos microplásticos em organismos marinhos e seu potencial efeitos em humanos.

Um problema crescente para o Meio Ambiente

A presença de pequenos fragmentos de plástico foram reportada em 1972 no Sargasso Sea no Oceano Atlantico Norte1. O termo micropláticos seria então popularizado por Richard Thompson et al. in 20042. Desde então, microplasticos vem sendo encontrados em toda as áreas marinhas do planeta3. Desde de 2016, nossos oceanos possuem uma estimativa de estar contaminados com 150 milhões de toneladas de plástico, aumentando 8 milhões de toneladas a cada ano, sendo a maioria oriunda de embalagens4. Partículas de microplásticos tendem a ter um tamanho semelhante aos plânctons, sendo filtrados como alimentos por ostras, mariscos, peixes. Eles também podem ser introduzidos na cadeia alimentar de pássaros que podem ocasionalmente ingerir esse contaminante.

Os Microplásticos são Perigosos à Saúde Humana?

Em junho de 2019, um estudo puplicado na Environmental Science and Technology5 mostrou que humanos, através dos alimentos e inalação, ingerem mais de 74000 partículas de plásticos por ano. Polímeros plásticos geralmente são quimicamente inertes e a maioria dos microplásticos atravessam o corpo humano. Porém, podem haver alguns riscos associados aos aditivos utilizados para dar propriedades especiais aos plásticos, como ftalatos, biocidas, retardantes de chama, corantes e pigmentos. Alguns desses aditivos são tóxicos e podem até ser cancerígenos. Microplásticos podem também absorver poluentes quimicos que podem ser incorporados após a ingestão. Mais pesquisas são necessária para entender os riscos potenciais à saúde dos seres humanos.

References:
1. Edward J. Carpenter, K. L. Smith Jr., Plastics on the Sargasso Sea Surface, Science, 17 Mar 1972, pp. 1240-1241.
2. Richard C. Thompson et al, Lost at Sea: Where Is All the Plastic? Science, 07 May 2004, Vol. 304, Issue 5672, pp. 838.
3. A. Lusher, V. Tirelli, I. O’Connor et al, Microplastics in Arctic polar waters: the first reported values of particles in surface and sub-surface samples. Sci Rep 5, 14947 (2015).
4. World Economic Forum, Ellen MacArthur Foundation and McKinsey & Company, The New Plastics Economy — Rethinking the future of plastics (2016, http://www.ellenmacarthurfoundation.org/publications).
5. Kieran D. Cox et al, Human Consumption of Microplastics, Environmental Science & Technology, 2019 53 (12), pp. 7068-7074.

 

Clique Aqui para fazer o download da versão ilustrada do EnviroMail #34 do Brasil sobre Microplásticos

 

Sobre ALS Limited
Líder global em testes, a ALS fornece soluções de testes que abrangem uma ampla variedade de setores em todo o mundo. Utilizando tecnologias de ponta e metodologias inovadoras, as nossas equipes internacionais dedicadas oferecem serviços de testes da mais alta qualidade e soluções personalizadas apoiadas pela experiência local. Ajudamos nossos clientes a aproveitar o poder dos insights baseados em dados para um mundo mais seguro e saudável.